Que Dubai é sinônimo de luxo e riqueza nos já sabemos. A cidade, reconhecida pela maior concentração de milionários do mundo, surpreende também pela sua arquitetura inovadora e ousadia imobiliária. Um dos últimos destaques da região é o The Floating Seahorse: um condomínio com casas flutuantes e submersas.

 

O projeto é da empresa Kleindienst Group que promete construir 42 casas no mar. Juntas elas farão parte do resort The Heart of Europe (Thoe), formado por ilhas artificiais em mais de 4 Km de extensão na costa de Dubai.

 

Cada imóvel está avaliado em cerca de US$ 1,8 milhão e possuirá três andares: um submarino, outro no nível do mar e um deque superior. A parte interna é dividida em cozinha, sala de jantar, sala de estar e terraço. O andar submerso é reservado para o quarto e banheiro com vista para um recife de corais.

 

 

Uma jacuzzi completa o projeto de luxo no deque superior. O projeto também carrega em seu nome uma causa ambiental.  O The Floating Seahorse, que em uma tradução livre significa “O Cavalo-Marinho Flutuante”, busca criar também um recife de coral artificial entre as residências para abrigar cavalos-marinhos. A área será protegida e servirá como refúgio para a espécie em extinção.

 

Fotos: Divulgação/Thoe